segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Cruz de Barro


Uma Cruz de Barro, se levar uma pedrada, desfaz-se, esmigalha-se, como os pés do gigante do sonho do Rei!
Passados uns tempo sem pintar quotidianamente é tempo de tirar os pinceis da àgua suja e usa-los para levar a tinta dos tubos para a tela.

5 comentários:

erradiador disse...

Olá, como posso obter um exemplar do zine cleopatra? vi nas fotos exemplares do besta quadrada. ando há anos a tentar arranjar isso. já o contactei por email, mas não obtive resposta. p.f. contacte para
aacs@portugalmail.pt. muito obrigado.

Rodolfo Rajaströggos disse...

nice

Rodolfo Rajaströggos disse...

yo tiago! a zine abaixo ainda não foi publicada por falta de pilim, só há 2 exemplares. Aqui nas caldas não há nada que eu saiba, aliás, desde cá estou ainda não vi nada!
Estamos a tratar de multiplicar as sopas de peich, mal conseguirmos apito.

onírica disse...

+)

onírica disse...

+)